sexta-feira, 15 de julho de 2016

Identificado e localizado homem que ameaçou de morte médico em Caratinga

image

Caratinga (MG) - Ilton Marinho Rodrigues Junior, de 26 anos, foi localizado pela Polícia Militar na noite dessa quinta-feira na rua Deputado Dênio Moreira de Carvalho, no bairro Santa Cruz, em Caratinga. Ele é o homem que aparece nas imagens do circuito interno de segurança do consultório do médico Ivan Benedito da Silva.

 

No início da tarde dessa quinta ele foi ao local à procura do ginecologista e ao ser atendido pela secretária informou que estava ali para matá-lo, sugerindo que estava com uma arma por debaixo da camisa. O médico não estava no consultório.

Em entrevista ao Super Canal, Ilton destacou que o desentendimento com o médico aconteceu há cerca de dois meses, quando a sua esposa precisou de atendimento via SUS na Maternidade de Caratinga. 

"Levei minha esposa para ganhar minha filha. A gente deu entrada na maternidade, minha esposa e minha sogra entraram no consultório e ela (esposa) falou para ele que já estava de 41 semanas e ele ignorou, falou para a minha esposa que se ela achava que fosse ganhar o neném pelo SUS ela estava muito enganada porque seria muito mais fácil a criança morrer, porque ele não ia fazer nada. Nisso a minha esposa saiu do consultório e reclamou comigo, falou sobre o que tinha a acontecido e eu fiquei indignado. Ele foi muito sarcástico, ignorante, o que me levou a agir desta forma".

Ilton negou que estivesse de posse de uma arma de fogo por debaixo da camisa. Mas confessou que realizou a ameaça durante a abordagem à secretária do médico. Ilton afirmou que a ideia era a de colocar medo no médico. Em vistorias na casa de Ilton não foi localizada nenhuma arma de fogo. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil para as demais providências. Por ser um crime de menor potencial ofensivo foi assinado um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência e, na sequência, foi liberado. 

A esposa de Ilton teve a filha com um outro médico e passa bem. Até o fechamento desta reportagem o médico Ivan Benedito não havia apresentado queixa na Delegacia de Polícia Civil e não foi possível um contato para que pudesse apresentar a sua versão para os fatos.

Com informaçoes da TV Super Canal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são moderados e não serão aceitas mensagens consideradas inadequadas.