sábado, 3 de dezembro de 2016

Três investigados pelo crime de extorsão contra padre seguem detidos no Presídio de Caratinga

Quatro pessoas são investigadas, entre elas, um vereador reeleito em Caratinga. Suspeitos exigiram RS 85 mil para não divulgarem vídeos íntimos de Padre

image

A Polícia Civil prossegue na investigação no caso da denúncia de extorsão envolvendo quatro investigados: o vereador reeleito Ronilson Marcílio, que foi ouvido e liberado; Giorge de Carvalho Lima, de 37 anos; Bruno dos Anjos Freitas Rabelo, de 33 e Alessandro Augusto Teixeira Pinheiro, de 27, detidos e conduzidos ao Presídio de Caratinga.

A vítima da extorsão é o Padre José Antônio Nogueira, ex-provedor do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora de Caratinga, que renunciou ao cargo nesta semana. Segundo apurado pelo jornalismo do Super Canal, os suspeitos exigiam a quantia de 85 mil reais para não divulgarem imagens de vídeos íntimos.

Giorge foi detido de posse de um pendrive e um celular contendo imagens. Na sequência, o suspeito Bruno foi detido dentro de um veículo com binóculo, câmera fotográfica e dois celulares. A prisão em flagrante dos dois suspeitos foi no momento em que supostamente receberiam a quantia exigida.

Ainda, durante a investigação, a Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do vereador Ronilson Marcílio e ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil para prestar depoimento. Após horas prestando depoimento à Polícia Civil, Ronilson Marcílio deixou a delegacia por volta das 02h da madrugada de ontem, acompanhado de seu advogado de defesa Dário Júnior.

Conforme apurado, Alessandro Augusto Teixeira Pinheiro foi conduzido à Delegacia e, na sequência, detido, uma vez que Giorge, em uma de suas ligações interceptadas, afirmou enviar as imagens para o celular de Alessandro via aplicativo WhatsApp, e em diversas ligações entre Giorgio e Alessandro, os mesmos tratam sobre valores, bem como a divisão do dinheiro do crime em apuração. O advogado de defesa Max Capella, ainda na madrugada de quarta-feira, falou ao jornalismo do Super Canal sobre as primeiras medidas que seriam tomadas em defesa de seus clientes. Reveja: https://www.youtube.com/watch?v=usSasDNrzP8

Os três conduzidos ao Presídio de Caratinga tiveram a prisão preventiva decretada.

Desde quarta-feira, o jornalismo do Super Canal tenta contato com a Paróquia Santa Rita de Cássia, em Santa Rita de Minas, em busca de um pronunciamento de administrador da Paróquia, José Antônio Nogueira, mas, até então, sem sucesso. Ontem, pela manhã, fomos informados que ele não está naquela cidade.

Ainda pela manhã, o jornalismo do SC entrou em contato com a Cúria Diocesana para tentar falar com o bispo Diocesano Dom Emanuel Messias de Oliveira e até o final da manhã não obtivemos uma resposta.

Investigados

O vereador foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil para prestar depoimento e foi liberado. Em seguida, Alessandro foi detido, pois Giorge, em uma de suas ligações, afirmou enviar as imagens para o WhatsApp dele e os dois tratavam sobre a divisão do dinheiro

Com informações da TV Super Canal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são moderados e não serão aceitas mensagens consideradas inadequadas.