terça-feira, 13 de setembro de 2016

Fórum de Municípios chega à Ipaba e conta com presença da AMAPI

imageA cidade mineira de Ipaba recebeu, no final do mês de agosto, representantes de vários municípios que foram atingidos de forma direta e indireta pelo rompimento da barragem de Fundão, da mineradora Samarco, no final do ano passado.

 

Este encontro faz parto do Fórum de Municípios da Calha do Rio Doce, que já está na quarta edição. Representando a AMAPI, esteve presente José Adalberto de Rezende/Secretário Executivo. O prefeito de Ponte Nova, Paulo Augusto Malta Moreira, foi representado por Jaime Augusto Alves dos Santos/Geógrafo/Câmara Municipal de Ponte Nova.

Uma das grandes novidades deste Fórum foi a informação de que a cidade de Ponte Nova poderá, sim, ser incluída entre os municípios que foram atingidos (de forma direta) pelo rompimento da barragem. A inclusão da cidade sempre foi algo defendido pela Associação e pelo município, uma vez que parte do leito do Rio Piranga foi, de fato, afetado pela lama. Estudos recentes, apresentados pelo Núcleo de Assessoria das Comunidades Atingidas por Barragem/NACAB, apontaram que a área atingida no município de Ponte Nova, abrange cerca de 11,80 hectares, sendo que 11,26 (95,42%) foram em Área de Preservação Permanente (APP). “Para que a recuperação da bacia do Rio Doce seja completa, é primordial que Ponte Nova seja incluída, já que o rio Piranga faz margem por cerca de 5,35 km com o Rio do Carmo”, destacou José Adalberto.

Ponte Nova está entre as poucas cidades, do Estado, em que já existe um projeto aprovado para tratamento de esgoto e de resíduos sólidos, inclusive com licenciamento ambiental aprovado. Caso a cidade seja incluída, em definitivo, como cidade atingida pelo rompimento da barragem, o valor aplicado na recuperação do rio e afluentes, será de grande importância para a Bacia do Rio Doce. Outra cidade que, também, pode ser incluída é Aracruz, no Espírito Santo.

Clarissa Guimarães
Assessora de Comunicação da AMAPI

Foto: Alcivan Willian/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são moderados e não serão aceitas mensagens consideradas inadequadas.