terça-feira, 13 de setembro de 2016

Fábrica de Papel de Ponte Nova garante que não libera fumaça poluidora do ar na cidade

image

A reportagem do Unidade Notícias procurou a direção da Fábrica de Papel de Ponte Nova, para esclarecer sobre reclamação de moradores do entorno, sobre fumaça que, possivelmente, tem sido liberada pela mesma.

 

Segundo Maria Angélica, coordenadora industrial, a empresa funciona rigorosamente dentro dos padrões exigidos pelos órgãos ambientais, que liberam a autorização de funcionamento, “…a fumaça liberada, é produzida pela combustão de madeira, sem qualquer elemento químico misturado, portanto é fumaça comum, sem cheiro. Para nós quanto mais branca for é melhor, porque é a certeza de que a combustão foi maior”, garante ela. Ainda segundo ela, a caldeira que funcionava com óleo diesel foi desativada, é a que provocava um nível maior de poluição.

Maria Angélica convida a comunidade para uma visita à fábrica para que todos conheçam o processo de reciclagem do papel.

Sobre os comentários na rede social, a empresa divulgou a seguinte nota:

“Referente ao comentário, informo que o sistema de gestão ambiental da Ponte Nova Papéis é amparado por sua Política de Sustentabilidade e pelo conceito 3Rs (Reduzir, Reutilizar e Reciclar). Somos uma empresa recicladora e dispomos de programas de controle e monitoramento dos impactos de suas operações sobre o meio ambiente.

A unidade fabril da Ponte Nova Papeis, conta com uma caldeira à lenha que possui um sistema de tratamento de material particulado, composto de um ciclone e lavador de gases, que tem a função de precipitar os materiais particulados, os quais juntamente com o efluente gerado são tratados na ETE, atendendo assim, as orientações da Deliberação Normativa COPAM nº 187/2013 de 19 de setembro de 2013, que estabelece condições e limites máximos de emissão de poluentes atmosféricos para fontes fixas (Relatório Nº 142 da SEGMA de maio/16). Em outras palavras, possuímos comprovação técnica de que os gases emitidos pela caldeira não prejudicam a saúde humana.

Convidamos as pessoas interessadas a fazer uma visita a nossa fábrica para conhecer o processo industrial.

Cabe ressaltar, que essa época do ano, devido à baixa precipitação de chuva, é notório o aumento da incidência de focos de incêndio florestal na cidade, fato que pode agravar a qualidade do ar e consequentemente prejudicar a saúde da população vizinha.”

Com informações do Portal Unidade Notícias

Um comentário:

  1. Se realmente tem isso lá eles estão de acordo com a legislação.

    ResponderExcluir

Todos os comentários são moderados e não serão aceitas mensagens consideradas inadequadas.